sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Saiba tudo sobre o metrô de Paris!


O metrô parisiense consiste em 16 linhas, identificadas por números de 1 a 14, com duas linhas menores, a 3bis e a 7bis, que se separam das linhas originais 3 e 7, respectivamente. Uma segunda rede de linhas expressas regionais, a RER (Réseau Express Régional), complementa a rede original do metrô. São 4 linhas: A, B, C e D.
Todo o sistema de transporte público em Paris (e região) é bem integrado. Ele funciona por zonas, como se fossem círculos. Cada círculo tem um número e os preços dos bilhetes dependem da zona em que você estiver. Mas não fique preocupado: a cidade de Paris propriamente dita está toda dentro da zona 1. A zona 2 é composta da periferia próxima a Paris. Você sairá para uma zona mais distante para ir a Versailles, Disney, Outlet e aeroportos, por exemplo. O bilhete unitário para andar nas zonas 1 e 2 custa no momento (2011) 1,70 euros. É possível comprar um carnet de 10 bilhetes por 12 euros, o que barateia um pouco os custos. Este bilhete vale para metrô, ônibus e RER (nas estações dentro de Paris), mas não vale para integração: você pode mudar de metrô, fazer conexões com RER, mas sem sair das estações. Pode-se também comprar passes livres (Navigo) semanais, mensais e até anuais, com direito a uso ilimitado. Mas atenção o passe semanal começa na segunda e termina no domingo e o mensal começa no primeiro dia do mês e termina no último dia do mês. Os turistas podem também comprar passes livres e ilimitados, chamados de Paris Visite. Os preços nas zonas 1, 2 e 3, são de 9,30 euros (1 dia), 15,20 euros (2 dias consecutivos), 20,70 euros (3 dias consecutivos), 29,90 euros (5 dias consecutivos). Você poderá pegar o mapinha do metrô gratuitamente nos guichês de quase todas as estações. Mas o melhor é já chegar por aqui com um mapinha imprido e com as estações que você mais vai utilizar sublinhadas: hotel, museus, Champs Elysées, grands magasins...

Entre nesse link e imprima o seu mapa do metrô de Paris:


Visite nosso site http://www.parisemfoco.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário